Como resistir à tentação das festas de fim de ano?

Bem, eu começaria citando Oscar Wilde: "Devemos resistir à tudo, menos às tentações". Ou seja, se depender de mim você deve ceder às tentações, SIM! 



A primeira delas é a de curtir essa época especial, em companhia de pessoas especiais para você. E curta de um modo especial: valorizando não tanto os presentes, roupas, consumo, mas as pessoas, os sonhos, a alegria de um ciclo que termina e outro que se inicia. 

Não vamos ser moralistas nem tapar o sol com a peneira: temos que aproveitar sim, e "cair" em algumas tentações. Apenas acho que com um pouco de esperteza, da boa esperteza, e de moderação, as tentações vão ser boas, e trazer mais alegrias que problemas. 

O final do ano é uma época cheia de exageros. Uns afogam as frustrações, outros tentam esquecer, quase todos passam da conta. A ideia é que você enfrente as tentações de fim de ano com outras TENTAÇÕES. Enfrente o fogo com fogo. O desafio é provar que sabe aproveitar a época sem deixar de cuidar bem de si mesmo e do seu futuro. 

Entre as tentações que você deve pensar e negociar nesse final de ano, existem algumas nas quais eu sugiro que você caia: 

a)
 Caia na tentação do "egoísmo", de cuidar bem de si mesmo: cuidado para não se ferir, para que nem a bebida nem a comida, nem os tradicionais excessos passem da conta e façam mal a você. Um pouquinho de moderação evita acidentes, gordura, frustração e mais coisas para resolver ano que vem. 

b) Caia na tentação da "ambição", de melhorar de vida: faça uma divisão do seu tempo de modo a aproveitar um pouco dos dias dessa época, para estar melhor ano que vem. A tentação de ter um bom emprego, um bom salário, uma aposentadoria, status, gente te achando o máximo... Isso é muito tentador, caia nessa tentação. 

c)
 Caia na tentação do "orgulho" de não ficar devendo nada a ninguém: não gaste mais do que tem e nem se atole em um monte de financiamentos e prestações só para agradar quem, às vezes, nem merece. Não faça dívidas. 

d) Caia na tentação da "vaidade" de ser mais inteligente que a maioria das pessoas. Que feio? Não sei se é feio ou não, mas você realmente pode ser alguém acima da média. Basta administrar melhor os horários e as prioridades e você estará nas nuvens. 

e) Caia na tentação do sexo, de preferência de forma bem empregada e numa viagem deliciosa paga com seu próprio salário. Hummmmm, essa vai precisar de um pouco de trabalho e paciência, mas quem sabe o próximo Natal e Reveillon já não serão assim? 

f) Caia na tentação da "ganância": queira um pouco de tudo o que a vida pode oferecer. Para tanto, faça um negócio consigo mesmo, um "trato": do tempo e do dinheiro que gastaria esse ano com festas e carnaval, use metade para isso mesmo e a outra metade para "plantar" festas e carnavais muito mais prósperos e tranquilos daqui a um, dois ou três anos. Metade é festa, metade é investimento. Ceda à tentação de melhorar de vida. Ela é ótima. 

Então, aproveite as festas de fim de ano e brinde a chegada de 2010 com muita alegria, sem exageros. Boas festas! 

*William Douglas
 é juiz federal, professor universitário, palestrante e especialista em provas e concursos