Lei de Pareto é Transformada em Método Ultra Rápido de Aprovação em Concursos no Brasil!

Segredo revelado! Método de estudo para concursos públicos vem chamando a atenção...

Uma tendência interessante vem sendo detectada dentre aqueles que ocupam os primeiros lugares de concursos públicos. Ao serem questionados sobre o método de estudos, muitos deles citaram que não estão estudando todo o programa de estudos recomendado nos editais.

Isso vem chamando a atenção, pois acreditavam que apenas com o domínio completo de todas as matérias recomendadas no edital do concurso seria possível obter os melhores resultados nas provas, mas essas pessoas estão provando que isso não é verdade.

Como essas pessoas sabem o que estudar? De onde saiu esse conceito que parece sem sentido de estudar menos e ter mais resultados?

Tudo isso foi teorizado pela primeira vez por um economista italiano, que comparou a produção a da sua horta com a distribuição de terras de seu país e criou o Princípio de Pareto.

Adiante você vai conhecer a história incrível de Luzia, que usou esse método para conseguir seu sonho de passar no concurso para o poder judiciário!

Princípio de Pareto: que princípio é esse e porque ele pode ser muito útil para você?

Uma das maiores questões sobre o princípio de Pareto é que ele parece ser uma lei que, ao mesmo tempo é absurda, e ao mesmo profundamente funcional. O princípio de Pareto é também chamado de a Lei 80/20, porque ele afirma que 20% de determinada causa é responsável por 80% da consequência total.

Como assim? A primeira pessoa a falar sobre essa teoria foi AIlfredo Pareto, que iniciou suas pesquisas correlacionando a produção da sua horta de feijões no jardim de casa com a distribuição das terras italianas entre seus habitantes.

No caso as vagens, 20% das plantas eram responsáveis por 80% da produção. Nas terras, 80% das terras estavam na mão de 20% das pessoas. Isso vai ser repetindo em uma série de momentos e em uma série de situações. Esse princípio vem sendo confirmado em uma série de situações da vida cotidiana.

Esse princípio é tão eficiente em sua capacidade de reduzir esforços e maximizar lucro que ele é ensinado em escolas de negócios como “rule of thumb” de negócios e outras situações de extrema importância no cenário atual.

Exemplos práticos da aplicação do princípio de Pareto

Está achando o princípio muito fantasioso? Você vai perceber que ele é muito mais real do que você acredita quando perceber esses fatos da sua vida cotidiana e dos negócios

  • - 80% do valor é alcançado com os primeiros 20% de esforço. As equipes de projeto geralmente relatam que uma tarefa está quase concluída após um curto período de tempo. Pode demorar muito tempo para que eles relatem qualquer progresso adicional.
  • - 80% dos problemas se originam com 20% dos projetos. Alguns projetos são muito mais problemáticos que outros.
  • - 80% do trabalho é concluído por 20% da sua equipe. A observação de que geralmente há uma grande diferença de desempenho entre seus melhores desempenhos e o resto de sua equipe.
  • - Dentro de um idioma, os 20% de palavras mais comuns são 80% de tudo que é escrito naquele idioma.
  • - Em 2002, a Microsoft informou que 80% dos erros e falhas no Windows e no Office são causados por 20% dos bugs envolvidos.
  • - Em casa ou no escritório, 20% do tapete recebe 80% do desgaste.
  • - As pessoas usam cerca de 20% de suas roupas 80% das vezes.


Agora, você se pergunta como isso funcionaria para o estudo para concursos públicos, certo? Isso a gente vai descobrir com a história da Luzia, que usou essa fórmula para resolver essa situação.

A historia de Luzia, Pareto e os concursos públicos

Luzia concordou que contássemos a história dela, mas que não revelaremos o sobrenome ela, já que ela tem uma carreira a zelar dentro do funcionalismo público e prefere não se expor mais do que o que já a estamos expondo aqui, já que quem a conhece vai acabar reconhecendo a história.

Luzia é hoje uma funcionária pública do poder judiciário com seus 35 anos. Casa e com dois filhos de 10 e 12 anos, ela ama o que faz e todas as possibilidades e vantagens que a carreira no funcionalismo oferece a ela.

Luzia, quando ainda era da iniciativa privada, era vítima constante dos “cortes de pessoal”. Ela sempre se dedicava muito ao trabalho e sempre estava pronta para fazer mais pela empresa em que estava, mas no primeiro sinal de situações financeiras mais delicadas, lá ia Luzia embora.

Isso acontecia porque Luzia nunca foi de usar relações pessoais para obter vantagens dentro do mercado de trabalho, Ea sempre achou isso njusto e ela queria uma carreira em que seus esforços fossem realmente apreciados, além de um trabalho que fosse estável e com um plano de carreira. Ela percebeu que tudo o que ela queria estava no funcionalismo público.

O desafio de passar no concurso público começou cerca de 3 anos antes de ela realmente conseguir. Quase 2 anos e meio depois, Luzia não tinha tido nenhum resultado realmente interessante. Ela estava sempre naquele limbo entre os concurseiros e os últimos.
Depois de conversar com o marido, João Carlos, Luzia decidiu que iria ficar sem trabalhar por 6 meses para tentar pela última vez passar no concurso público de uma vez. Com o filho mais velho, de 1 ano dando um pouco de trabalho, Luiza passou a estudar cerca de 8 horas por dia.

Durante o primeiro mês Luzia fez o concurso onde ela foi melhor, mas nao muito melhor do que estava indo antes. Parece que o tempo a mais dedicado aos estudos tinha dado pouquíssimo resultado, e por isso mesmo Luzia estava profundamente preocupada.

Foi esse momento em que ela conheceu um método, centrado na experiência de concurseiros de elite e que aplica esse princípio que estamos comentando até o momento. Luzia começou a estudar menos da metade do tempo que estava antes, com umas 2 horas e meia ela cumpria a meta de estudos do sia e podia se dedicar ao seu filho e a fazer pequenos trabalhos manuais.

No mês seguinte, já ajudando em casa com seus artesanatos, Luzia conseguiu, com muito trabalho e dedicação, passar em um excelente concurso no poder judiciário, ganhando um excelente salário e passando a ter a vida que sempre sonhou!

Como você pode ver, o método criado pelos concurseiros de elite realmente é interessante, mas por que será que ele funciona? Pensar simplesmente em estudar menos acreditando que vai se ter resultados menores sem nenhum tipo de critério parece insanidade! Exatamente porque não é assim que o princípio de Pareto funciona.

Entendendo a aplicação do princípio de Pareto

Existem diversas formas de aplicar o princípio de Pareto, mas para a criação do  método usado pela Luzia, o  que existiu foi expertise aliada a inteligência de análise de dados. Os especialistas em concursos que criaram a plataforma que a Luzia usou para estudar fizeram um trabalho muito interessante de localização dos 20% fundamentais.

Eles só conseguiam fazer isso porque fizeram uma pesquisa muito profunda comparando o que era exigido e o que realmente caía em diversos concursos, e preparando um material de estudo que abordasse exatamente esse “filé mignon de conteúdo”, que faz com que as pessoas ocupem seu tempo de estudo que pode ser maior ou menor, com aquilo que tem mais chance de cair no concurso.

Dessa maneira, é possível dizer que as pessoas que usam esse método tem uma vantagem considerável em relação aos outros concorrentes, já que eles tiveram um apoio profissional de uma equipe que está mais interessada em fazer as pessoas passarem nos concursos do que em vender mais apostilas.

A indústria das apostilas não quer que você passe nos concursos!

Pense comigo, se você vende apostilas de concursos e as suas apostilas fazem com que todo mundo passe no concurso, em algum  momento você vai ficar sem público! Além disso, todo o desenvolvedor de apostila para concursos e até os órgãos que abrem concursos públicos lucram com o processo, afinal de contas fazer concurso não é barato.

Ou seja, existe uma verdadeira máfia lucrando em cima do seu sonho de se tornar funcionário público! Um exemplo extremamente claro disso é que todas essas apostilas são extremamente completas sobre o que é pedido no concurso, mesmo que todo mundo saiba que, na realidade, 20% daquele material tem 80% do conhecimento que você precisa para passar no concurso.

Por que eles fazem isso? Simplesmente porque eles querem volume, para cobrar caro nes apostila para você! Estudar sozinho também não é uma boa solução, já que você vai ter dois trabalhos, o de gerar conteúdo para estudo e então de estudar efetivamente para o concurso.

O que fazer? Nesse caso uma das opções é buscar plataformas como a que Luzia usou para conseguir passar no segundo concurso que ela prestou e conseguir excelentes resultados.

Plataforma para estudo de concurso público online usando Pareto. Isso é real?

Sim! É real, e centenas de pessoas vem se beneficiando desse tipo de serviços. Existem algumas opções no mercado que oferecer soluções similares, mas de todas as que analisamos para o artigo, a que mais chamou a atenção foi a concurso para todos, de onde conhecemos a Luzia.

Essa plataforma vem ajudando centenas de pessoas ao redor do Brasil todo a mudar a sua vida por meio dessa mistura eficiente de trabalho dedicado e pesquisa constante e um princípio que muitos podem considerar simplista, mas que na verdade é a mais pura forma de evitar trabalho desnecessário.

Ou seja, você vai estudar melhor estudando menos horas por dia e ainda conseguir uma excelente possibilidade de passar no concurso com muita facilidade. Existem diversas vantagens que analisamos nessa plataforma frente às concorrentes:

  • - Conteúdo simples de se compreender
  • - Plantão de dúvidas eficiente
  • - Método simples e focado na aplicação do Princípio de Pareto, oferecendo aos alunos uma via rápida de acesso ao conhecimento que realmente vai importar dentro do concurso.
  • - Método focado em ensinar à pessoa a com´reeder o que é indispensável e o que não é, permitindo que você crie seu método de estudo personalizado
  • - Simulados diretamente na plataforma, com resultados automáticos e relatórios que te indicam como corrigir seu tempo de estudo com base nos resultados de simulados.


Tudo isso por valores extremamente interessantes.

Estude menos e acerte mais com métodos baseados em Pareto!

Como você pode perceber, o uso dos preceitos de Pareto é extremamente interessante nesse tipo de situação, e com certeza existem centenas de outras histórias como a da Luzia, que uma pessoa interessada em comprar o produto poderia aproveitar para conhecer e comprovar uma plataforma.

Uma verdade importante é compreender que você confiar em uma uma plataforma que seja honesta com você e que faça com que você tenha ainda mais benefícios para a sua vida, e permita, por exemplo que pessoas com  menos tempo consigam estudar da mesma forma.

A concurso para todos, por exemplo , recomenda que o tempo de estudo para alcançar o sucesso em concursos públicos seja de pelo menos uma hora por dia, trazendo um excelente resultado  mesmo em pessoas que não forma tão boas assim na escola.

Você vai perceber que esse método também permite grande facilidade de melhoria das suas capacidades de resolução de problemas no gera. Quando temos uma situação e grande desequilíbrio como a lei do 80/20, fica realmente mais fácil priorizar o que realmente faz diferença na vida, porque se você acertar em algo importante, vai perceber rápido.

Outro ponto que também é recomendável procurar é uma plataforma totalmente online, que não exija que você tenha materiais específicos e situações desse tipo, além de garantir bons resultados  oferecer pelo menos uma garantia de satisfação de 7 dias.

Ficou interessado na Plataforma Concurso Para Todos? Basta procurar a equipe responsável por meio do site deles, que é esse,  se informar sobre os planos e outros detalhes importantes , além de eventuais promoções que podem ser verificadas momento da inscrição.

Compartilhe este conteúdo com alguém que você conhece que tenha o sonho de se tornar funcionário público!