Emprego das letras E, I, O e U.


*Escrevem-se com a letra e:

1) a sílaba final de formas dos verbos terminados em –uar:

continue, continues...

2) a sílaba final de formas dos verbos terminados em –oar:

perdoe, perdoes...

3) as palavras formadas com o prefixo ante- (antes, anterior):

antebraço, antecipar...

4) os seguintes vocábulos:

arrepiar, cadeado, candeeiro, cemitério, confete, creolina, desperdício, destilar, disenteria, empecilho, encarnação, índigena, irrequieto, lacrimogêneo, mexerico, mimeógrafo, orquídea, quase, quepe, senão, sequer, seringa, umedecer

 

*Emprega-se a letra i:

1) na sílaba final de formas dos verbos terminados em –uir:

diminui, diminuis...

2) em palavras formadas com o prefixo anti- (contra)

antiaéreo, Anticristo

3) nos seguintes vocábulos:

aborígene, açoriano, artifício, artimanha, chefiar, cimento, crânio, criador, criação, crioulo, digladiar, displicência, displicente, erisipela, escárnio, feminino, Filipe, fronstipício, inclinação, incinerar, inigualável, invólucro, lampião, pátio, penicilina, pontiagudo, privilégio, requisito, silvícola, Virgílio.


*Grafam-se com a letra o:

abolir, boate, bolacha, boletim, botequim, bússola, chover, cobiça, concorrência, costume, engolir, goela, mágoa, mocambo, moela, moleque, mosquito, névoa, nódoa, óbolo, ocorrência, romeno, tribo.


*Grafam-se com a letra u:

bulício, burburinho, camundongo, chuviscar, chuvisco, cumbuca, cúpula, curtume, cutucar, entupir, íngua, jabuti, jabuticaba, lóbulo, Manuel, mutuca, rebuliço, tábua, tabuada, trégua, urtiga.