Emprego das letras g e j

Para representar o fonema /j/ existem duas letras: g e j. Grafa-se este ou aquele signo não de modo arbitrário, mas de acordo com a origem da palavra. Exemplos:

gesso (do grego gypsos), jeito (do latim jactu), jipe (do inglês jeep).

*Escrevem-se com g:

1) os substantivos terminados em –agem, -igem, -ugem.

garagem, origem, ferrugem. Exceção: pajem.

2) as palavras terminadas em –ágio, -égio, -ígio, -ógio, -úgio.

3) palavras derivadas de outras que se grafam com g.

4) os seguintes vocábulos: algema, angico, apogeu, auge, estrangeiro, gengiva, gesto, gibi, gilete, ginete, gíria, giz, hegemonia, herege, megera, monge, rabugento, rabugice, sugestão, tangerina, tigela.

*Escrevem-se com j:

1) palavras derivadas de outras terminadas em –ja

2) todas as formas da conjugação dos verbos terminados em –jar ou –jear

3) vocábulos cognatos ou derivados de outros  que têm j

4) palavras de origem ameríndia ou africana

5) as seguintes palavras:

alforje, berinjela, cafajeste, cerejeira, jeca, jegue, Jeremias, jerico, jérsei, jiu-jítsu, majestade, manjedoura, manjericão, ojeriza, pegajento, rijeza, sujeira, traje, varejista.