Materiais
Junte-se a Milhares de Concurseiros Inteligentes e Receba Atualizações, Materiais e Dicas Imperdíveis sobre Como ser APROVADO em Concursos (é grátis)!

Quando utilizar: S, C, Ç, X, CH, SS, SC...

Representação do fonema /s/.

O fonema /s/, conforme o caso, representa-se por:

1) C,Ç:

acetinado, açafrão, almaço, anoitecer, censura, cimento, dança, contorção, exceção, endereço, Iguaçu, maçarico, maçaroca, maço, maciço, miçanga, muçulmano, paçoca, pança, pinça, Suíça etc.

2) S:

ânsia, ansiar, ansioso, ansiedade, cansar, cansado, descansar, descanso, diversão, excursão, farsa, ganso, hortênsia, pretensão, pretensioso, propensão, remorso, sebo, tenso, utensílio etc.

3) SS:

acesso, acessório, acessível, assar, asseio, assinar, carrossel, cassino, concessão, discussão, escassez, escasso, essencial, expressão, fracasso, impressão, massa, massagista, missão, necessário, obsessão, opressão, pêssego, procissão, profissão, ressurreição, sessenta, sossegar, sossego, submissão, sucessivo etc.

4) SC,SÇ

acréscimo, adolescente, ascensão, consciência, consciente, crescer, cresço, cresça, descer, desço, desça, disciplina, discípulo, discernir, fascinar, fascinante, florescer, imprescindível, néscio, oscilar, piscina, ressuscitar, seiscentos, suscetível, suscetibilidade, suscitar, víscera

5) X:

aproximar, auxiliar, auxílio, máximo próximo, proximidade, trouxe, trouxer, trouxeram etc

6) XC:

exceção, excedente, exceder, excelência, excelente, excelso, excêntrico, excepcional, excesso, excessivo, exceto,excitar etc.

 

Emprego de s com valor de z

1) adjetivos com os sufixos –oso, -osa:

teimoso, teimosa

2) adjetivos pátrios com os sufixos –ês, -esa:

português, portuguesa

3) substantivos e adjetivos terminados em –ês, feminino –esa:

burguês, burguesa

4) substantivos com os sufixos gregos –esse, -isa, -ose:

diocese, poetisa, metamorfose

5) verbos derivados de palavras cujo radical termina em –s:

analisar (de análise)

6) formas dos verbos pôr e querer e de seus derivados:

pus, pôs, pusemos, puseram, puser, compôs, compusesse, impuser etc

quis, quisemos, quiseram, quiser, quisera, quiséssemos etc

7) os seguintes nomes próprios personativos:

Inês, Isabel, Isaura, Luís, Queirós, Resende, Sousa, Teresa, Teresinha.

 

Emprego da letra z

1) os derivados em –zal, -zeiro, -zinho, -zinha, -zito, -zita:

cafezal, cafezeiro, cafezinho, avezinha, cãozito, avezita etc

2) os derivados de palavras cujo radical termina em –z:

cruzeiro (de cruz), enraizar (de raiz), esvaziar, vazar, vazão (de vazio) etc

3) os verbos formados com o sufixo –izar e palavras cognatas:

fertilizar, fertilizante, civilizar, civilização etc

4) substantivos abstratos em –eza, derivados de adjetivos e denotando qualidade física ou moral:

pobreza (de pobre), limpeza (de limpo), frieza (de frio) etc

5) as seguintes palavras:

azar, azeite, baliza, buzinar, bazar, chafariz, cicatriz, ojeriza, prezar, vizinho

 

S ou Z ?

Sufixos –ês e ez

1) O sufixo –ês (latim –ense) forma adjetivos (às vezes substantivos) derivados de substantivos concretos:

montês (de monte)   montanhês (de montanha)   cortês (de corte)

2) O sufixo –ez forma substantivos abstratos femininos derivados de adjetivos:

aridez (de árido)   acidez (de ácido)   rapidez (de rápido)

Sufixos –esa e –eza

Escreve-se –esa (com s):

1) nos seguintes substantivos cognatos de verbos terminados em –ender:

defesa (defender), presa (prender)...

2) nos substantivos femininos designativos de nobreza:

baronesa, marquesa, princesa

3) nas formas femininas dos adjetivos terminados em –ês:

burguesa (de burguês)...

4) nas seguintes palavras femininas:

framboesa, indefesa, lesa, mesa, sobremesa, obesa, Teresa, tesa, turquesa etc

 

à Escreve-se –eza nos substantivos femininos abstratos derivados de adjetivos e denotando qualidade, estado, condição:

beleza (de belo), franqueza (de franco), pobreza (de pobre), leveza (de leve) 

 

Verbos em –isar e –izar

Escreve-se –isar (com s) quando o radical dos nomes correspondentes termina em –s. Se o radical não terminar em –s, grafa-se –izar (com z):

avisar (aviso+ar)   anarquizar (anarquia+izar)

 

Emprego do x  

1) Esta letra representa os seguintes fonemas:

/ch/ xarope, enxofre, vexame etc;

/cs/ sexo, látex, léxico, tóxico etc;

/z/ exame, exílio, êxodo etc;

/ss/ auxílio, máximo, próximo etc;

/s/ sexto, texto, expectativa, extensão etc;

2) Não soa nos grupos internos –xce e –xci:

exceção, exceder, excelente, excelso, excêntrico, excessivo, excitar etc

3) Grafam-se com x e não s:

expectativa, experiente, expiar (remir, pagar), expirar (morrer), expoente, êxtase, extrair, fênix, têxtil, texto etc

4) Escreve-se x e não ch:

a) em geral, depois de ditongo:

caixa, baixo, faixa, feixe, frouxo, ameixa, rouxinol, seixo etc

Excetuam-se: recauchutar e recauchutagem

b) geralmente, depois da sílaba inicial em:

enxada, enxame...

Excetuam-se: encharcar (de charco), encher e seus derivados (enchente, enchimento, preencher), enchova, enchumaçar (de chumaço), enfim, toda vez que se trata do prefixo en+palavra iniciada por ch.

c) em vocábulos de origem indígena ou africana:

abacaxi, xavante, caxambu (dança negra), orixá, xará, maxixe etc

d) nas seguintes palavras: bexiga, bruxa, coaxar, faxina, praxe xarope,  xaxim, xícara, xale, xingar, xampu.

 

Emprego do dígrafo ch

Escrevem-se com ch, entre outros, os seguintes vocábulos:

bucha, charque, chimarrão, chuchu, cochilo, fachada, ficha, flecha, mecha, mochila, pechincha, tocha.

 

Consoantes dobradas

1) Nas palavras portuguesas só se duplicam as consoantes c, r, s.

2) Escreve-se cc ou quando as duas consoantes soam distintamente:

convicção, cocção, fricção facção, sucção etc

3) Duplicam-se o r e o s em dois casos:

a) Quando, intervocálicos, representam os fonemas /r/ forte e /s/ sibilante, respectivamente:

carro, ferro, pêssego, missão etc

b) Quando a um elemento de composição terminado em vogal seguir, sem interposição do hífen, palavra começada por r ou s:

arroxeado, correlação, pressupor, bissemanal, girassol, minissaia etc.


Junte-se a Milhares de Concurseiros Inteligentes e Receba Atualizações, Materiais e Dicas Imperdíveis sobre Como ser APROVADO em Concursos (é totalmente gratuito)!