Notícias sobre Concursos no Distrito Federal (DF)

450 vagas para o Ministério da Justiça

O Ministério da Justiça divulgou hoje (12/06/2009) o edital do concurso público que oferta 450 vagas para nível médio e superior. Os salário variam de R$ 2.067,30 a R$ 2.643,28

As vagas oferecidas são: Nível médio - Agente Administrativo; Nível superior -  Administrador, Arquiteto, Arquivista, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Economista, Enfermeiro, Engenheiro (civil, elétrico e mecânico), Estatístico, Médico, Odontólogo, Psicólogo, Sociólogo, Técnico em Comunicação Social (Jornalismo, Publicidade e Relações Públicas) e Analista Técnico-Administrativo.

Os candidatos interessados poderão se inscrever entre os dias 12/06/2009 a 17/07/2009, através do site da organizadora do concurso: www.funrio.org.br. A taxa de inscrição varia de R$ 48,00 a R$ 63,00.

Confira o edital.

Novo concurso do Detran/DF

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) anunciou o novo concurso público: são 25 vagas para o cargo de Analista de Trânsito (nível Superior), com salários de R$ 5.849,75, e 100 vagas para Auxiliar de Trânsito (nível médio), com remunerações de R$ 2.616,02.


Os interessados deverão efetuar suas inscrições a partir do dia 01 de dezembro até o dia 4 de janeiro de 2009, através do site www.cespe.unb.br/concursos/seplagdetran2008. As taxas são de R$ 50 para Auxiliar de Trânsito e R$ 63 para Analista. As provas objetivas serão aplicadas no dia 08 de março de 2009.

Secretaria do Tesouro Nacional - Salários de até R$ 10.905,76

A STN - Secretaria do Tesouro Nacional - está com inscrições abertas de 22 de setembro a 3 de outubro de 2008 para preencher 80 vagas de Nível Superior, com salários de R$ 10.905,76. Todas as vagas são para Brasília. A taxa de inscrição é de R$ 100,00.

As provas se realizarão em Brasília e em todas as outras capitais de estado do país, nas datas prováveis de 8 e 9 de novembro. As vagas são para as seguintes áreas: Econômico- Financeira; Contábil-Financeira; Desenvolvimento Institucional Tecnologia da Informação/Desenvolvimento de Sistemas de Informação e Tecnologia da Informação/Infra-estrutura de TI.

Senado Federal: Inscrições começam dia 15


Foram divulgados hoje os cinco editais de abertura regentes do concurso público que vai preencher 150 vagas de Técnico, Analista, Consultor e Advogado no Senado Federal (DF). Os vencimentos variam de R$ 6.722,68 até R$ 13.879,95.


As provas objetivas e discursivas, serão aplicadas nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), nos dias 9 de novembro para os cargos de Analista e Técnico e nos dias 9 e 23 de novembro para os cargos de Advogado e Contador. Os horários e locais serão divulgados, oportunamente, pela comissão de organizadores do concurso.
 


As inscrições poderão ser realizadas entre 10h do dia 15 de setembro e 23h59 do dia 10 de outubro, exclusivamente pela internet, através do site da Fundação Getúlio Vargas (http://concurso.fgv.br). As taxas de participação são de R$ 50 para cargos de nível médio e de R$ 80 para funções de nível superior.

Mais informações sobre o concurso do Senado Federal


O esperadíssimo concurso público para o Senado Federal está prestes a sair, o edital provavelmente será divulgado até agosto e as provas serão aplicadas em outubro.

Serão oferecidas 90 vagas para cargos de nível superior e 60 vagas para cargos de nível médio, totalizando 150 vagas. Para nível superior o salário gira em torno de 10 mil e para nível médio em torno de 8 mil.

Para o cargo de analista as vagas serão distribuídas nas seguintes áreas: Processo legislativo, Apoio técnico administrativo, Produção de infografia jornalística, Multimídia, Publicidade e propaganda, Designer jornalístico, Edição para TV, Revisão de texto, Analista de informática, Consultor legislativo e Advogado.

Para o cargo de técnico as vagas serão para as áreas: Produtor de TV, Produtor de Rádio, Técnico de Locução, Operador de TV, Técnico em Videografismo, Processo legislativo, Apoio técnico administrativo e Polícia legislativa.

O órgão estuda a possibilidade de dividir o concurso por áreas, criando assim um edital para cada área, por exemplo: Comunicação, Tecnologia da Informação, Processo Legislativo e Administração.