Em breve: Mais de 900 vagas para a Polícia Civil e Guarda Muncipal do Rio de Janeiro

Rio de JaneiroCandidatos que desejam atuar na área de segurança no Estado do Rio de Janeiro contarão com mais de 900 chances no primeiro semestre de 2011. Para os próximos meses, estão previstos os lançamentos de sete editais, referentes aos concursos de dois órgãos, com vagas de todos os níveis escolares. Confira os detalhes das seleções!

 

Polícia Civil – Em novembro de 2010, a diretora da Academia de Polícia Civil (Acadepol), delegada Fabíola Willis, informou que a instituição abrirá 598 oportunidades. Os postos disponíveis serão os de inspetor (com 300 ofertas), perito criminal (100), papiloscopista (100), delegado (50), perito legista (44) e piloto (40).

 

As funções de inspetor e papiloscopista poderão ser disputadas por profissionais com diploma de nível superior em qualquer área do conhecimento. Já o cargo de perito criminal terá como requisito a graduação nos cursos de agronomia, biologia, ciências contábeis, economia, engenharia, farmácia, física, informática, química e veterinária.

 

Os interessados em exercer a carreira de delegado deverão ser bacharéis em direito, enquanto o posto de perito legista exigirá a graduação nos cursos de farmácia, farmácia bioquímica, medicina ou odontologia.

 

Por fim, as chances de piloto poderão ser concorridas por quem tiver o nível médio e carta de piloto comercial expedida pelo Departamento de Aviação Civil (Dac).

 

Os valores dos salários pagos aos contratados ainda não foram informados pela Acadepol.

 

Segundo a delegada, o órgão publicará seis editais. O primeiro será para a função de perito legista, seguido pelos de piloto e papiloscopista. A organização destes processos seletivos ficará sob a responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas. A previsão é que os editais sejam divulgados em breve, já que a expectativa inicial era que os documentos estivessem prontos até o final de 2010 ou o início deste ano.

 

Os concursos para as vagas de delegado, perito criminal e inspetor, cuja empresa organizadora ainda não foi definida, serão lançados posteriormente.

 

Em 2009, a Polícia Civil do Rio de Janeiro promoveu uma seleção para preencher 150 oportunidades de delegado (com vencimento de R$ 7.745,29) e 50 de técnico policial de necropsia (R$ 1.535,05)  – nível médio.

 

À época, a Fundação Ceperj organizou o processo seletivo para delegado e a taxa de inscrição custou R$ 200, enquanto o concurso para técnico, organizado pela FGV, cobrou taxa de R$ 70.

 

Guarda Municipal – A Lei Complementar número 100/2009, que transformou a Guarda Municipal em autarquia, prevê a abertura de 308 ofertas para o setor administrativo da instituição. A primeira seleção do órgão está sendo preparada e a expectativa é que o documento seja publicado neste semestre.

 

As chances que terão como requisito o nível fundamental completo serão para auxiliar administrativo (160) e auxiliar de serviços gerais (8). Quem comprovar os níveis médio e técnico poderá concorrer aos cargos de agente administrativo (98), técnico em contabilidade (10) e técnico em eletrônica (5).

 

As demais vagas, de nível superior, contemplarão as seguintes carreiras: assistente social (5), administrador (4), assessor jurídico (4), psicólogo (4), tecnólogo em gestão de telecomunicações (4), pedagogo (3), contador (2) e bibliotecário (1).

Quando a lei foi promulgada, as remunerações previstas para os postos disponíveis oscilavam entre R$ 505,64 (auxiliar de serviços gerais) e R$ 1.269,95 (psicólogo), mas a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Administração (SMA) revelou que o edital trará os valores atualizados.

 

Os servidores trabalharão em regime estatutário, o que garante estabilidade profissional, e terão direito a benefícios como vale-transporte e auxílio-alimentação.

 

Também vale ressaltar que a lei complementar é de outubro de 2009 e, depois que o Prefeito a promulgou, o prazo para a publicação do edital era de 180 dias (vencido em abril de 2010).

Fonte:jcconcursos.com